.mais sobre mim

Envia-me um e-mail

.pesquisar

 

.posts recentes

. Garrano

. Urso pardo

. Hamster

. O coelho

. Os Golfinhos

. Carta ao Verdinho - Escol...

. PATO-REAL

. A LONTRA

. O GANSO

. Melro-metálico

.arquivos

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

|ESPAÇO CRIANÇA| |DICAS VERDES| |DIAS AMBIENTAIS| |ANIMAIS|

|PLANTAS| |AMBIENTE| |HISTÓRIAS E JOGOS| |SONDAGENS|
Sexta-feira, 1 de Outubro de 2010

Cabra Preta de Montesinho

 

Nome Comum: Cabra Preta de Montesinho

 

Nome Científico: Capra aegagrus

 

Descrição da Raça:

Aspecto geral: São animais de estatura mediana, fenotipicamente homogéneos, de cor preta a castanha muito escura, com pêlos curtos, lisos e muitas vezes brilhantes.

Cabeça: Média, comprida, de perfil rectilíneo, focinho fino, boca pequena e lábios finos; orelhas compridas semipendentes, cornos pequenos dirigidos para trás, com hastes paralelas ou ligeiramente divergentes. Bastantes exemplares inermes. Barba predominante nos machos.

Tronco: Pescoço comprido, mal musculado, bordos rectilíneos com ou sem brincos; linha dorso lombar quase direita; garupa descaída; cauda curta; tronco ligeiramente arqueado, úbere bem desenvolvido de mamas cónicas, com tetos grandes.

Membros: finos, resistentes, com unhas pequenas e rijas.

 

 

Sistemas de produção:

Animais de grande porte e boa capacidade leiteira criados em número muito reduzido perto da habitação.

Animais de menor corpulência, criados em rebanhos, por vezes comunitários, que em pastoreio de percurso obtêm alimento nas zonas mais elevadas e pobres.

Pequenos núcleos integrados em rebanhos de ovinos essencialmente pela sua capacidade leiteira.

 

 

Morada:

Trás-os-Montes, nomeadamente nos concelhos de Vinhais e Bragança.

 

Curiosidades:

Quanto ao nível de ameaça de extinção, esta raça está classificada como rara, uma vez que o seu efectivo é muito reduzido, existindo apenas poucas centenas de animais, em 10 criadores da raça.

O seu reconhecimento como raça nacional e a criação do registo zootécnico só foi instituído em 2010, tendo sido o Parque Biológico de Vinhais o primeiro criador a aderir ao registo.

 

Bibliografia:

Regulamento do Registo Zootécnico da Raça Caprina Preta de Montesinho.

 

Conteúdo desenvolvido por:

www.parquebiologicodevinhais.com

tags:
publicado por verdinho_naturezabrincalhona às 19:14
link do post | comentar | favorito